Uma coisa é certa: estar no Google é uma das melhores formas de alcançar usuários engajados na internet, de modo a contribuir para a visibilidade do seu site, para a conversão de clientes e para que a sua marca seja ainda mais reconhecida e tenha credibilidade, não é mesmo? No entanto, como colocar o meu site no topo do Google? 

Como fazer com que, nas buscas e nas pesquisas, você seja um dos primeiros a aparecer na aba da plataforma? Será que é algo tão complexo assim? Você conseguirá colocar em prática?

Como Colocar o meu Site no Topo do Google
Como Colocar o meu Site no Topo do Google

Bom, saiba que sim, mas, para isso, é preciso compreender alguns passos cruciais e que não podem ficar de fora do seu checklist ao final das produções. Por exemplo: você sabia que não basta o seu conteúdo ser relevante, ele precisa ter algumas configurações que chamam a atenção do Google e fazem com que ele te ranqueie em uma boa colocação?

Pois é! Os detalhes fazem toda a diferença, e nós veremos eles de modo mais aprofundado no artigo abaixo. Está preparado? Então, é só continuar lendo!

Como colocar o meu site no topo do Google? Tenha estratégia!

Primeiramente, é importante compreendermos que, quanto às estratégias de SEO e os links patrocinados, tudo é mais do que essencial, é FUNDAMENTAL!

As dicas que iremos passar, em sua maioria, tem a ver com estratégias, pagas ou não, patrocinadas ou não, que tem como objetivo garantir que você esteja agradando quem precisa ser agradado: o Google. 

Logo, não pense que estratégias e links dentro do seu texto, site, blog e empresa são desnecessárias, porque isso pode te custar muito caro, viu? Agora, veja as 7 dicas que separamos para você.

Tenha um site indexado

Antes de ler mais sobre esse tópico, reflita: como você ficará no topo do Google se não tem um site apto para entrar na competição?

Pensou sobre? Bom, é isso que acontece quando o seu site não está indexado. Sem essa ferramenta aplicado do jeito certo, você não tem a menor chance de estar em primeiro lugar e disputar o primeiro lugar com os demais sites, então pare tudo que está fazendo e vá conferir:

  • Entre no buscador e use este comando: site:seudominio (por exemplo: site:marketingbasico.com.br);
  • Se ele já estiver indexado, podemos ir para as próximas etapas de otimização.

Escolha uma palavra-chave que esteja em alta e coloque no título e na URL

Essa dica é uma das principais: não tem como ir adiante nos sites e blogs se você não tem uma palavra-chave como norteadora em cada artigo.

Sabe quando você joga no Google “como lavar tênis branco”? Você não dá muitos detalhes, mas o Google faz aquela varredura para encontrar os melhores sites que têm justamente essa frase que você pesquisou. Isso é chamado de palavra-chave, que pode ser de cauda longa, ou seja, mais extensa, ou pode ser mais curto.

Sem essa palavra-chave delimitada, você não consegue fazer muita coisa. Com ela, além de ser preciso repeti-la algumas vezes durante o texto, você ainda precisa citá-la no título, no URL e em alguns subtítulos – explicaremos mais à frente o que são -.

Por isso, pesquise os assuntos em alta e encontre as melhores palavras-chaves para o seu nicho, combinado?

Como colocar o meu site no topo do Google: use heading tags

Anteriormente, comentamos sobre os subtítulos, chamados heading tags (H1, H2, H3…). Dentro do seu texto, você sempre terá apenas um H1, que é o título principal e que vem antes de qualquer informação.

Depois, você terá alguns H2 e H3, que são os principais. Para saber como usá-los, é só pensar que o tema principal utiliza-se o H2, ao passo que o subtema utiliza-se o H3.

Por exemplo: vamos supor que você irá escrever sobre marketing digital e irá falar das estratégias para fazer um bom SEO. As estratégias serão os subtópicos, então serão os seus H3. Já o início, será o H2, algo como “Por que ter um bom SEO?”. Tudo que vier depois disso, até que o assunto se encerre, será H3.

Coloque alt title em todas as fotos

Desse modo, ao prosseguir nas dicas, saiba que essa é um tesouro que poucos levam em conta! 

Todas as fotos do seu artigo (sim, o artigo deve ter fotos, o Google gosta disso) precisam conter o alt title, usado em HTML, isto é, descrever imagens que não são carregadas no site. Com essa configuração, você descreve a imagem e consegue mais acessos por ela, porque a foto fará parte do banco de imagens da plataforma de buscas.

Não entendeu ainda? É simples, veja: suponha que você irá usar a foto de um bolo, em que o nome do arquivo é “1234.jpg”. Ao invés de deixar como está, nas configurações, descreva o bolo.

USE backlinks 

Outro ponto que não podemos passar em branco: backlinks.

Sabia que, para estar com o seu site no topo do Google, é indispensável que os conteúdos de dentro dele estejam interligados por links?

Além disso, não apenas as páginas do seu próprio site precisam dialogar entre si, mas outras páginas, de outros locais, precisam direcionar o usuário para o seu blog e vice-versa. Esses links inseridos dentro do conteúdo são chamados de backlinks.

Sendo assim, o mais recomendado é que você lance mão tanto de links internos (que levam para outros artigos dentro do seu site), quanto  links externos (que levam para outros sites). 

Todas essas dicas são estratégias de SEO e contribuem para que o Google entenda que o seu site é relevante.

Melhore a velocidade de carregamento da página

Ninguém merece entrar em um site que demora muito para carregar, não é? Assim como não temos paciência e já vamos para outra página, o Google também não está com muita paciência conosco, viu? Então, agilize o carregamento e não perca cliques por falta de velocidade.

Para colocar o seu site no topo do Google, crie conteúdos relevantes

Por fim, o óbvio que também precisa ser dito: para colocar o seu site no topo do Google é preciso ter um conteúdo de qualidade, que fuja do genérico e que atenda bem a sua palavra-chave.

O leitor precisa sentir que descobriu algo novo e que tem a capacidade de mudar a vida dele. Além disso, ele precisa ver novidades, mas não ver enrolações, então é preciso ser objetivo sem deixar de falar o necessário.

Depois dessas 7 dicas de como colocar o meu site no topo do Google, que tal explorar novos conhecimentos lendo mais conteúdos do nosso blog? É impossível seguir adiante e buscar novos e bons resultados se não estudamos e adquirimos novas habilidades, não é mesmo?

Esperamos que o artigo tenha sido revelador e bastante útil! Agradecemos sua leitura até aqui e esperamos que você melhore os seus números ainda em 2023. Até a próxima!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.