Como começar a trabalhar com marketing de afiliados? As opções de mercado de trabalho estão se expandindo cada vez mais na internet, indo desde estratégias mais complexas e, até mesmo, a passos menores, mas que são igualmente importantes, como no caso de como começar a trabalhar com marketing de afiliados

Você já parou para pensar que esse modelo de trabalho não requer muitos investimentos, é extremamente flexível e, com as técnicas corretas, pode ser bastante vantajoso? É preciso apenas entender alguns conceitos sobre o marketing de afiliados, o seu nicho, aplicações etc. Ficou curioso? Continue lendo o artigo e entenda alguns pontos que podem mudar a sua realidade hoje!

Como começar a trabalhar com marketing de afiliados
Marketing de afiliados / Foto do canva.

O que é marketing de afiliados?

Bom, para começar, vamos rapidamente explicar o que é marketing de afiliados para, então, explicar posteriormente como começar a trabalhar com marketing de afiliados. Esse nicho do digital é o mais novo modelo de divulgação de conteúdos que, dessa vez, permite que você lucre na internet ao conseguir divulgar e colaborar com a empresa que você se filiou. 

Assim, ao promover os produtos e serviços do local, por exemplo, você receberá uma comissão para cada cliente que comprar baseado na sua recomendação e em virtude da persuasão que você criou e o atingiu.

Logo, a ideia é a de que: quanto mais consumidores você atingir, maior será a sua comissão e a sua receita no final do mês. Quanto mais redirecionamentos para a marca, maiores são os seus ganhos!

Como o marketing de afiliados funciona?

Nesse sentido, o foco do marketing de afiliados é proporcionar a facilitação de que uma ação seja iniciada e completada através de uma “ajudinha”. 

Portanto, você, futuro profissional de marketing de afiliados, irá contribuir para que uma venda seja realizada através da sua promoção. Mas não serve somente para vendas! Dependendo do público, apenas preencher um tipo de formulário já gera comissões para você.

Desse modo, para alcançar esses resultados, o processo inicial é bem simples, visto que o afiliado, por meio de links gerados através da empresa em questão, por exemplo, a Amazon, irá promover esse link e os usuários irão utilizá-lo para comprar.

O processo dá certo porque um cookie de rastreamento é inserido posicionado dentro desses links. Com isso, as redes de afiliados conseguem mensurar de onde vêm as vendas e, sempre que um visitante fizer uma contratação de serviço ou compra um produto, essas ações serão ligadas ao afiliado responsável por atrair aquele cliente. 

Como começar a trabalhar com marketing de afiliados?

Mas e então? Como começar? Existem alguns passos a serem seguidos para facilitar o processo? A resposta é sim! Afinal, estamos aqui para facilitar o seu começo e mudar a sua realidade. 

Veja a seguir o que você pode começar fazendo para que a sua jornada de se tornar um marketing de afiliados sejam mais proveitosos e produtivos:

Defina um nicho:

Em primeiro lugar, defina o seu nicho, ou seja, sobre o que você irá vender, anunciar. Para isso, pense no que você tem mais afinidade, no que está em alta no momento e no que será mais fácil de veicular. Supondo que você tenha o cabelo cacheado, talvez seja interessante falar de produtos e cosméticos para cachos, não acha? Ou, ainda, se você é gamer, talvez seja interessante vender produtos dessa área.

É claro que você pode falar sobre todos os produtos da Amazon, mas, para firmar uma identidade na mente dos usuários que podem acessar o seu link, eles têm que sentir credibilidade e confiança vindo de você, isto é, falar e indicar o que usa e confia!

Escolha uma plataforma:

Com o nicho escolhido, entra em cena o próximo passo: qual a plataforma que você irá trabalhar? Lembre-se de que é preciso delimitar o máximo de questões possíveis para que você foque no essencial. Não “pule de galho em galho” testando diversas possibilidades sempre. Invista em um espaço e se desenvolva nele. 

Como começar a trabalhar com marketing de afiliados? Crie um site

Essa outra dica vale não apenas para marketing de afiliados, mas para os mais diversos tipos de promoção na internet. Dificilmente você conseguirá expandir seus negócios se não estiver onde o seu público está. 

Portanto, para conseguir parcerias, divulgar o seu nome, passar credibilidade e alcançar pessoas na internet, crie um site, um blog, e aplique o SEO nele para ter ainda mais tráfego orgânico ao seu favor.

Pesquise e estude sobre parcerias, conteúdos relevantes, marketing digital etc…

Com um nicho escolhido, uma plataforma, entendendo como utilizar os links e com estratégias fundamentadas, você precisa estudar, não é verdade? Tudo só será convertido em comissão se a sua persuasão estiver em dia. 

Para isso, estude sobre os mais diversos tipos de marketing digital, sobre funil de vendas, o que são conteúdos relevantes, processos humanizados e, é claro, busque parcerias para aumentar suas prospecções.

Se você é citado no perfil de um outro influenciador, por exemplo, as chances de que os seguidores dele passem a te seguir e comprar com você também aumentam, então fique de olho!

Mensure os melhores resultados e potencialize:

Por fim, nunca deixe de analisar aquele link que mais deu certo, de perceber os motivos que o alavancaram e como você pode repetir e manter essa estratégia. É importante sempre fazer esse balanço para apostar no que dá resultado e deixar no segundo plano o que não convém.

Viu só como não é tão difícil aprender como começar a trabalhar com marketing de afiliados? Todo processo requer esforço, erros e acertos, mas a sua realidade, sem dúvidas, será outra quando você colocar em prática o que ensinamos aqui no blog! Obrigada pela leitura e não se esqueça de ler os outros artigos com relação ao universo do marketing, combinado?

Como trabalhar com marketing de afiliados? Conheça os tipos e saiba mais.

Quando somos afiliados de algo, significa que há um vínculo entre você e uma outra entidade, não é mesmo? Nesse caso, o marketing de afiliados segue justamente por essa ideia de, a partir de uma parceria, ambos os lados saírem lucrando ao final da história, mas como trabalhar com marketing de afiliados? Existe mais de um tipo? Realmente dá um retorno financeiro ao final do mês?

Possivelmente você já se fez essa pergunta quando pensou em trabalhar com marketing de afiliados. Isso porque, é super comum termos medo do desconhecido e acharmos que, na verdade, vamos ficar para trás, investir nosso tempo em vão, sermos passados para o final da fila. No entanto, no artigo de hoje, vamos te mostrar que essa área tem muito potencial para crescer, assim como já está crescendo, e que o processo para se desenvolver nela não é difícil ou arriscado como muitos imaginam. Leia e saiba mais!

Marketing de afiliados:

O marketing de afiliados faz bastante jus ao nome a ao seu significado, já que o objetivo principal é que você promova a venda de determinados objetos e serviços através dos seus links e, quando a compra for finalizada, receberá uma comissão por ter conseguido encerrar mais uma compra para a plataforma que você se filiou.

Por exemplo: você anuncia produtos da Amazon, então o seu foco é que, quando alguém quiser comprar um livro, compre pelo seu link, porque a empresa, através da utilização de cookies e do rastreamento, verá que, no ato de finalizar a compra, foi por meio da sua persuasão que o cliente levou o livro. Logo, a sua comissão será garantida e a venda da empresa também. 

A grosso modo, é algo bem simples, mas algumas estratégias precisam ser aplicadas, como a definição do seu nicho, em qual plataforma você irá se filiar, quais são as redes sociais que você irá se conectar com os possíveis clientes, quais parcerias seriam interessantes de serem feitas, bem como as estratégias e alguns outros pontos… tudo isso gira em torno de como trabalhar com marketing de afiliados.

Como trabalhar com marketing de afiliados: aprenda os tipos.

Agora, pode parecer que não, mas, para que o seu sucesso seja ainda mais garantido, entender que existe mais de um tipo de marketing de afiliados é essencial, certo? Confira os principais e estude o que mais faz sentido para você.

Marketing de Afiliados Unattached:

Nesse sentido, esse é um tipo que não necessita de uma conexão direta entre o afiliado e o produto que ele divulga, por exemplo. 

Para efetivarem suas comissões e conseguirem recebê-las, basta apenas que exibam os anúncios da marca. Ou seja: não importa se os anúncios façam sentido para a marca, apenas que promovam e que gerem resultados. Um exemplo é quando acessamos um blog de gamers e nele há anúncios de moda ou academia. 

Marketing de Afiliados Involved:

Já nesse contexto, esse é um marketing de afiliados que envolve diretamente os afiliados e o produto que divulgam, tendo uma relação próxima entre ambas as partes. Esse marketing é visto, perante os especialistas do nicho em questão, como aquele que busca educar os usuários e modificar uma crença neles, além de passarem credibilidade e prezarem por isso, já que as recomendações são baseadas em experiências e gostos pessoais.

Marketing de Afiliados Related:

Para finalizar a nossa lista e você entender e escolher melhor como trabalhar com marketing de afiliados, temos o último que pode ser considerado um combo dos dois últimos que apresentamos.

Isso porque, o marketing de afiliados do tipo relacionado divulga, sim, os produtos de uma empresa que tem mais proximidade, mas isso não quer dizer que ele faz uso dos produtos ou que tenham algo a ver com a sua vida pessoal (do afiliado).

Geralmente, os afiliados desse tipo de estratégia já possuem um certo renome no mercado e, mesmo que não usem, pelo conhecimento que têm, conseguem fazer boas indicações e cativar o seu público.

Existem diversas formas de pagamento?

Por fim, vamos aprender um pouco melhor sobre as formas de pagamento que, assim como tudo no marketing digital, possuem algumas variações e vertentes. A saber: 

  • Pay-per-sale: traduzido de modo livre, o chamado também de pague-por-venda é o mais conhecido e mais comum, mesmo que não seja remetido a esse nome o marketing de afiliados. Nesse caso, o afiliado recebe uma porcentagem sobre o preço do produto em cada compra feita pelo seu link, simples assim;
  • Pay-per-lead: essa técnica, por outro lado, paga o afiliado somente com base em quantos leads ele converteu. Isso é mensurado e acontece no caso de um lead se aproximar ainda mais da marca em questão e, portanto, assinar um formulário, por exemplo, o que é um bom indicador de conversão;
  • Pay-per-click: novamente traduzido, o método pague-por-clique utiliza uma matemática básica para calcular as comissões do afiliado baseado na quantidade de tráfego que ele é capaz de gerar para o site do vendedor principal. Em vista disso, quanto mais usuários clicarem no link que o afiliado disponibiliza — e forem redirecionados à página oficial da marca — mais rendimentos você terá na sua receita no final do mês.

Entendendo melhor sobre como trabalhar com marketing de afiliados a partir do conceito, dos tipos existentes e das formas de pagamento, você consegue deixar o medo ir embora e agarrar essa oportunidade! 

Com um pouco de estudo a mais a partir de materiais ricos que temos em nosso blog, suas chances de crescer no mercado são ainda maiores. Continue navegando em nosso site, expandindo seus horizontes e adquirindo cada vez mais conhecimento. Obrigada pela leitura e até a próxima!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.