Como trabalhar como afiliado na internet. Aqui no site, estamos trazendo a você formas de trabalhar e ganhar comissões maravilhosas, com muitas estratégias.

Portanto vamos te dar dicas de Como trabalhar como afiliado na internet, para que você tenha seu site bem colocado, para que haja procura dos seus produtos.

No entanto, aqui estamos com este artigo que estudamos todas as formas de fazer com seu site tenha promoção, seja bem visto e tenha colocação, você vai aprender como escolher seu nicho, escolher a plataforma e o produto, e tudo mais que você precisa saber para ser um bom vendedor e como trabalhar como afiliado na internet.

Como trabalhar como afiliado na internet
Como trabalhar como afiliado na internet / Foto Canva.

Como trabalhar como afiliado na internet, em primeiro lugar, escolha o seu nicho:

Seu nicho é a categoria sobre a qual você deseja falar e promover.

Para se destacar entre os inúmeros outros sites hoje, meu conselho é ser específico. Em vez de abordar um nicho amplo como comida, opte por algo um pouco mais restrito, como grelhar. Isso ajuda você a criar um público mais focado e também pode ajudar no SEO.

Aqui estão quatro perguntas a se fazer para encontrar um bom nicho:

  • No que eu sou bom?
  • O que eu gosto de fazer?
  • O que eu estou curioso sobre?
  • O que os meus amigos e conhecidos dizem que eu faço bem?

É difícil exagerar a importância de escolher algo pelo qual você é apaixonado. Você precisará criar muito conteúdo para ter sucesso com o marketing de afiliados. Se você escolher algo que odeia, achará difícil insistir quando as coisas ficarem difíceis.

É por isso que, quando criei meu primeiro site, escolhi falar sobre um dos meus hobbies, dançar break. E, apesar de não saber nada sobre marketing, aumentou para cerca de 2 mil visitas mensais.

Como trabalhar como afiliado na internet, em 2° lugar, decidir sobre uma plataforma de conteúdo:

Será que você pode fazer marketing de afiliados em qualquer plataforma?

Sim, e Isso inclui:

  • Local na rede Internet
  • YouTube
  • Mídias sociais (por exemplo, Instagram, TikTok)
  • Boletim de Notícias
  • Podcast

O método escolhido dependerá da sua preferência e, ocasionalmente, da preferência do seu nicho. Por exemplo, pessoas que estão aprendendo breakdance preferem vídeos. Portanto, mesmo que você prefira escrever, ter um canal no YouTube pode ser uma opção melhor.

Dito isso, recomendamos criar um site e usar a otimização de mecanismo de pesquisa (SEO) para classificar seu conteúdo no Google. Isso nos permite gerar tráfego de pesquisa passivo de forma consistente, o que também significa cliques consistentes em links de afiliados.

Veja estas Dicas:

Esteja criando um site, YouTube ou qualquer outra coisa, observe que precisará divulgar o fato de incluir links de afiliados. A Federal Trade Commission (FTC) exige que você seja transparente ao receber uma receita de um endosso.

No entanto na hora de construir seu site, fazer uma página, independente ou por la no rodapé do mesmo.

Como trabalhar como afiliado na internet, em 3° lugar, encontre programas de afiliados para participar:

Existem três tipos principais de programas de afiliados para escolher:

  • Alto pagamento, baixo volume – Produtos de nicho com menos compradores. Por exemplo, a HubSpot vende apenas para empresas, mas seu programa de afiliados paga bem (100% do primeiro mês e 15% de comissão recorrente mensal).
  • Baixo pagamento, alto volume — Produtos com apelo de massa, por exemplo, jogos PS5. Por exemplo, a Shein paga apenas até 12% de comissão. Mas o bom é que eles oferecem comissões sobre o valor total da compra (e não apenas sobre o produto que você recomendou).
  • Alto pagamento, alto volume — Produtos caros com apelo de massa, por exemplo, cartões de crédito. Um problema é que esses programas tendem a atrair profissionais de marketing afiliados com profundo conhecimento de bolsos e disposição para táticas de chapéu preto.

Qual programa de afiliados você deve participar?

Isso depende do nível de especialização e do seu nicho. Se você está mirando consumidores, vá com o segundo modelo: baixo pagamento, alto volume. Se você está segmentando empresas, vá para a primeira: alto pagamento, baixo volume. Os programas populares incluem software e produtos relacionados à hospedagem na web.

A melhor forma de achar esses programas afiliados é pesquisar no Google. Como alternativa, insira um site afiliado concorrente no Site Explorer do Ahrefs e acesse o relatório de domínios vinculados .

Por exemplo, sei que Pat Flynn promove uma série de produtos de software em seu site, Smart Passive Income. Observar o relatório mostra que Pat se conecta a Aweber com bastante frequência. E se expandirmos o cursor, veremos que Pat é um afiliado.

Basta uma rápida pesquisa no Google para encontrar um formulário de inscrição para este programa. Se houver um produto que você gostaria de promover, mas ele não tiver um programa de afiliados público, entre em contato com a empresa e pergunte se eles estariam dispostos a construir um relacionamento de afiliado com você.

Como trabalhar como afiliado na internet, em 4° lugar, Crie um ótimo conteúdo:

Se você quiser que o seu site ou blog de afiliados seja um sucesso, crie conteúdos de boa qualidade, e que seus links se encaixem com naturalidade. Procure produtos bons que ajudem seu cliente, que tragam a oportunidade de ajudar seu cliente de alguma forma. 

Ou seja, teste o produto, faça avaliações para ter certeza de estar fazendo um conteúdo que vai agradar o seu cliente. Dê sua opinião sobre o produto testado, e tenha certeza de que você terá sucesso no seu site.

Como trabalhar como afiliado na internet, em 5° lugar, direcione o tráfego para seu site afiliado:

Você criou um ótimo conteúdo. Então, a sua próxima atitude é mostrar um conteúdo interessante , para que seu cliente leia, e clique nos seus links. 

Veja três estratégias maravilhosas de tráfego a serem estudadas:

A. Tráfego pago:

Você vai pagar pelo tráfego que entra no seu site. Você pode fazer isso usando anúncios pay-per-click (PPC). Certamente que no momento que você fizer a campanha de tráfego pago, já vem muito tráfego para dentro do seu site.

No entanto, existem algumas desvantagens. Em primeiro lugar, a exibição de anúncios irá aumentar seus lucros. É muito normal que as  pessoas que anunciam, percam dinheiro antes mesmo de ganhar… se é assim que você vai trabalhar.

Você precisa ter consciência de que leva algum tempo para que haja uma otimização no seu site, através de uma campanha destas. Em seguida, quando você pára de pagar pelos anúncios, o tráfego que está no site para imediatamente.

De um modo geral, os anúncios são uma ótima estratégia de tráfego se você fizer parte de um programa de afiliados com altos salários e puder fazer os números funcionarem.

Mas se você é completamente novo no marketing pago e não tem orçamento de marketing (ou está trabalhando com programas de comissão como Shein), então pode não ser uma boa ideia.

B. SEO:

SEO é a prática de otimizar páginas para ter uma classificação alta em mecanismos de pesquisa como o Google. Se tudo for muito bem na classificação das pesquisas das palavras chave, que você vai usar, seu tráfego vai ser forte e constante.

No nível mais básico, SEO é sobre:

  • Compreender o que seus clientes-alvo estão procurando;
  • Criação de conteúdo sobre esses tópicos;
  • Garantir que o Google entenda claramente sobre o que é sua página;
  • Adquirir ou ganhar links para aumentar suas páginas nos mecanismos de pesquisa;
  • Garantir que o Google vai encontrar, rastrear e indexar seu conteúdo;

C. Crie uma lista de e-mails:

As listas de e-mail vão te ajudar na comunicação com seus leitores em todo o momento. Use-os para contar aos fãs sobre o novo conteúdo e mantê-los voltando ao seu site para mais. Portanto você terá vendas de afiliados e mais cliques. Você pode até adicionar links de afiliados nos e-mails para o seu público: Para construir uma lista de e-mails, você precisa persuadir os leitores do seu site a se inscreverem. Isso significa oferecer algo valioso, como um e-book gratuito, um curso por e-mail e muito mais.

Como trabalhar como afiliado na internet, em 6° lugar, obtenha cliques em seus links afiliados:

Só porque você tem um conteúdo incrível não significa que as pessoas vão clicar nos seus links de afiliados. Há algumas coisas que você precisa considerar.

A. Posicionamento do link:

Nunca esqueça, que seus links tem que estar por todo o site, para facilitar o clique, pois, os usuários raramente rolam a barra até embaixo. Posicione corretamente seus links, para ter uma resposta positiva no seu site. Por outro lado, transforme todas as palavras em links em sua introdução e seu conteúdo parecerá spam.

B. Contexto:

Aliás, vamos falar que você está criando um artigo sobre as melhores colheres de cozinha, com um valor muito em conta. 

Sua introdução provavelmente não deveria ser assim:

Hoje, estou  revisando as  melhores colheres do chef. Os links ficam  com spam e bem  fora de contexto.

Isso faria mais sentido:

Hoje, estou analisando três colheres do chef diferentes que você pode comprar por menos de US $50. São eles, nome da colher 1 , nome da colher 2 e nome da colher 3.

C. Chamadas:

Usar textos explicativos como botões, tabelas e caixas pode ajudar a atrair a atenção de seus leitores e tornar a postagem mais fácil de ler.

Por exemplo, o Wirecutter usa caixas atraentes com links de produtos sempre que eles compartilham uma escolha superior.

O Good Housekeeping adota uma abordagem diferente e cria uma tabela com botões:

Como trabalhar como afiliado na internet, em 7° lugar, converter cliques em vendas:

Neste ramo de Marketing de afiliados, precisam ocorrer duas coisas para você lucrar:

Primeiramente clique na página do produto . Você está 100% no controle desta ação. Você deve usar as dicas faladas acima, para que aumente as suas chances de obter clicks em sua página.

A segunda conversão é o usuário que compra a mercadoria. Neste caso o vendedor controla a venda e suas taxas de conversão, que estarão fora do seu controle provavelmente.

Você precisa ter a sabedoria de buscar vendedores que convertem muito bem, para que sua comissão valha a pena.

Aqui estão algumas maneiras de encontrá-los:

A. Relatórios de receitas públicas

Então se o usuário estiver ganhando uma boa comissão com o programa de afiliados, é muito provável que a mercadoria tenha ótima conversão.

Como saber se as pessoas estão ganhando dinheiro?

Veja os relatórios de receita pública em que os blogueiros revelam publicamente quanto dinheiro estão ganhando com seus negócios de afiliados. Você pode encontrar esses relatórios no Google.

Por exemplo, se você pesquisar por “relatório de renda de afiliados da Shein”, verá algumas postagens de blog mostrando como os blogueiros ganham dinheiro com os afiliados da Shein.

Se você tiver na mesma plataforma, olhe onde está a receita de outros afiliados, e depois procure promover as mesmas mercadorias.

B. Faça perguntas:

Se não houver muitas informações disponíveis sobre um programa de afiliados do qual você deseja participar, inscreva-se e faça perguntas. Ou seja, descubra quais são as suas taxas de conversão, ou aproximadamente um valor de comissões por mês, e sua principal renda. Assim você vai saber se o programa de afiliados vale a pena mesmo.

C. Use sua intuição:

Às vezes, é melhor seguir sua intuição. Se o programa ou produto que você está verificando parecer “desagradável” ou se você nunca recomendaria o produto a um amigo ou familiar, não o promova.

Fonte: https://shein.com/br

YouTube

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.